Você está aqui
Home > Se Liga! > Skateboard: Yndiara Asp, de SC já é promessa no esporte.

Skateboard: Yndiara Asp, de SC já é promessa no esporte.

skateboard

Nome: Yndiara Losekann Asp (Yndi)

Idade: 17 anos

Cidade: Florianópolis

Formação: Cursando Licenciatura em Educação Física – UFSC.

Há quanto tempo você anda de Skate? E o que te levou a iniciar o esporte?

Ando de Skate há dois anos e meio, na verdade sempre tive um Skate, mas não levava muito a sério, mas aí um amigo construiu uma pista em sua casa e eu comecei a andar lá direto.

Com que idade tu teve o teu primeiro contato com o Skateboard?

Meu primeiro contato foi com sete anos, quando ganhei um Skate de natal do meu pai.

Qual o teu estilo preferido? Street, Vert ou Bowl?

Gosto de andar em tudo, mas pra mim, o melhor de todos é o Bowl.

Como foi o teu começo no Skate com relação a frequentar locais onde a maioria dos skatistas vão, como em picos na rua e pistas?

No início, dava um pouco de vergonha, ainda mais porque eu usava equipamentos de proteção e ninguém mais usava. Mas quando começava a andar, nem ligava mais pra isso. É legal sempre cumprimentar todo mundo quando se chega num local pra andar, daí a galera te respeita, anda junto e a sessão fica mais divertida.

Quando foi a tua primeira participação em um campeonato e como foi o resultado?

Meu primeiro campeonato foi com três meses de Skate, na pista onde comecei a andar (Tigela SK8 Club), fiquei em primeiro lugar.

skateboard

Quais são os melhores resultados que atingiste este ano nas competições até então?

Neste ano, eu estou correndo o circuito brasileiro de Bowl, já rolaram cinco etapas, venci quatro e fiquei em segundo em uma.

Sobre lesões. Já te lesionasses de forma grave? Se sim, como que foi encarar o tempo de recuperação?

Muito grave não, mas já me lesionei bastante vezes nos cotovelos e nos tornozelos. Graças às fisioterapias nunca precisei ficar muito tempo sem andar, no máximo umas três semanas e, nesse tempo, aproveitava pra ver bastante vídeo e estudar pra escola.

Como tu vê hoje a inserção das categorias femininas nos campeonatos de Skate e qual o motivo disso estar se popularizando de forma tão tardia?

Felizmente hoje está tendo bastante campeonatos incluindo a categoria feminina, pelo menos amadora. O skate feminino começou de forma tardia, então é compreensível que esteja se popularizando também de forma tardia, quanto maior for a quantidade de meninas andando, maior será a popularização de tal.

O que tu acha que falta para que as mulheres recebam ainda mais reconhecimento e espaço de forma igual com os homens dentro do Skate?

Eu acredito que falta as mulheres andarem no nível dos homens, já tem meninas que andam pau-a-pau com os meninos, mas ainda são muito poucas. Mas estamos indo atrás disso, andado e evoluindo cada dia mais.

Quais as skatistas que tu admira e te inspiram?

Admiro muito as brasileiras como a Letícia Bufoni e a Karen Jonz que representam o skate brasileiro no mundo todo. Me inspiro bastante na Alana Smith, que pra mim é uma das melhores skatistas atualmente.

E falando em inserção e crescimento do skate feminino, os patrocínios para as atletas da categoria feminina dão condição para que vocês possam se sustentar e realmente se dedicar de forma integral ao esporte?

Aqui no Brasil não, mas acho que na gringa apoiam mais o skate feminino, justamente por ter mais meninas andando.

skateboard

O que tu espera pro teu futuro como skatista? Quais teus planos e expectativas?

Espero evoluir e me divertir pra caramba, conhecer pistas novas, participar de campeonatos, e futuramente me profissionalizar e poder viver do Skate.

E a agenda para o resto do ano? Como está? Quais são as próximas competições?

Além das etapas do circuito brasileiro de bowl, vou pra Califórnia em janeiro, realizar esse sonho, e lá vou participar do Vans Girls Combi Pool Classic, que é um dos campeonatos mais irado que têm.

Pra finalizar, o que tu tens a dizer para a galera que está começando e principalmente para as meninas que se interessam por Skateboard e têm vontade de andar mas ainda não começaram?

Se você gosta do esporte e quer andar, simplesmente comece, ande, tente, caia, levante e tente de novo, e aí quando você acertar o que estava tentando, você vai sentir uma alegria imensa e vai ter vontade de aprender mais uma manobra, e assim, vira um vício, ahahha, e você vai evoluindo cada vez mais. O segredo é a persistência.

Confira abaixo mais algumas fotos da atleta:

skateboard

skateboard

skateboard

skateboard

Fotos: Irapuã Porto/Nefhar Borck

link news copycomentários copy

Leia também:

Skate feminino representado desde cedo

Na Etiópia Projeto Social Apresenta o Skate ao País.

Felipe Holman
Felipe Holman
Além de curtir skate desde muito tempo, é Publicitário, Designer Gráfico e também criador do projeto Maloka - Skate e Cultura Urbana.
http://www.malokaskate.com.br

Deixe uma resposta

Top