Você está aqui
Home > Campeonatos > Brasileiros dominaram o Super Crown 2015

Brasileiros dominaram o Super Crown 2015

brasileiros dominaram o super crown 2015

Kelvin Hoefler e Letícia Bufoni fizeram história vencendo a última etapa do Street League nesse domingo.

Os brasileiros dominaram o Super Crown 2015, além da vitória de Kelvin e Letícia, o campeão das duas primeiras etapas do Street League, Luan Oliveira, e a jovem Pamela Rosa, de apenas 16 anos, ficaram em terceiro e quinto lugares respectivamente.

Além de Kelvin e Letícia conquistarem o primeiro lugar em suas categorias, ambos entraram para a história da competição sendo os primeiros a sagrarem-se campeões da etapa mais difícil do circuito.

brasileiros dominaram o super crown 2015

Kelvin Hoefler, que já tem larga experiência em competições internacionais vencendo campeonatos pela América do Sul, África, Europa e também nos EUA, firmou seu nome como um dos grandes no skate mundial deixando Luan e Nyjah para trás destruindo o corrimão da Big Section da pista montada em Chicago. O brasileiro começou a trilhar o seu caminho dentro do Street League ficando em terceiro lugar no Tampa Pro, posição que o qualificou para o circuito e desde então só não passou para as finais na etapa de Barcelona.

 

Veja Também: Wacson Mass: Mais um prodígio do skate brasileiro.

 

Nesse domingo, Hoefler passou para as finais na última posição com uma primeira volta bastante consistente e uma segunda com diversos erros. Apesar do seu desempenho não ter sido dos melhores na primeira parte do Super Crown, o brasileiro foi imbatível na sessão de melhor manobra e com um 8.9 para o Kickflip Frontside Noseblunt e duas notas superiores a 9.0, no caso 9.1 para um Halfcab Nosegrind Revert e um Fullcab Backside Tailslide do Fakie, Kelvin ficou na terceira posição.

Na última tentativa para cada um, Kelvin acertou um Frontside Flip gigante por cima do logo do Street League e com uma nota de 8.5 assumiu a liderança no campeonato, deixando Luan e Nyjah na pressão para acertarem sua última manobra e assim ter chance de tirar o título que até então estava nas mãos do brasileiro. Após Kelvin, Paul Rodriguez, que não estava em um bom dia, não tinha mais chances de figurar entre os três primeiros colocados. Chris Cole e Shane O’Neill precisavam de uma nota muito alta para ter alguma chance mas ambos falharam e o mesmo rolou com Cody McEntire. Chaz Ortiz precisava de uma nota 9.9 para ficar em terceiro e com uma nota 9.0 pelo Kickflip Frontside Feeble ficou em quarto colocado.

Os dois últimos skatistas a tentar sua última manobra e que tinham chance de levar o título eram Luan Oliveira e Nyjah Huston respectivamente. Luan, que precisava de uma nota 9.5 para ficar em primeiro lugar tentou um 360 Ollie sobre o logo do SLS mas não conseguiu acertar e Nyjah, precisando de uma nota 8.8 para vencer, tentou um Nollie Heelflip Backside Lipslide no corrimão da Big Section mas perdeu um pouco do equilíbrio no final da manobra e acabou ficando com uma note 8.2, deixando o título nas mão do brasileiro que levou também pra casa o prêmio de 200.000 dólares

brasileiros dominaram o super crown 2015

Na categoria feminina, durante a primeira parte do campeonato, apesar de Lacey Baker, dos EUA, ter andando muito melhor que qualquer outra competidora. Foi na disputa de melhor manobra também que a brasileira Letícia Bufoni levou o título de campeã pra casa. Com um 360 Flip por cima do gap da pista, Letícia ficou em primeiro lugar e se tornou a primeira skatista a vencer na categoria feminina do Street League e também recebeu o prêmio, muito inferior ao da categoria masculina, mais ainda sim um bom prêmio de 30.000 dólares.

E assim foi o final da temporada 2015 do Street League, com domínio total dos brasileiros no circuito de mais alto nível do mundo. Abaixo você pode conferir algumas imagens do que rolou nessa última etapa e as manobras que deram o título para Kelvin. Confira!

Fonte: Street League

Fotos: Street League

link news copycomentários copy

Veja Também:

Italo Romano mostra que Skate não tem limites

Kelvin Hoefler vence por duas vezes no Dew Tour 2015.

Pedro Barros fica em segundo lugar no Vans US Open

Felipe Holman
Felipe Holman
Além de curtir skate desde muito tempo, é Publicitário, Designer Gráfico e também criador do projeto Maloka - Skate e Cultura Urbana.
http://www.malokaskate.com.br

Deixe uma resposta

Top